Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Avante P'lo Benfica

Uma visão apaixonada do Sport Lisboa e Benfica e de tudo o que o rodeia, sem descurar dos seus princípios e da sua história.

Maxi merecia-o...

por Brenda, em 25.06.15

 

A eliminação do Uruguai da Copa América esta madrugada terá sido o abreviar e, consequentemente, o fim de um impasse que se gerou à volta da renovação de Maxi Pereira.

 

Partindo do início, Maximiliano, assim que colocou pés em território luso pela primeira vez, afirmou veementemente - como tantos outros - que jogar no Benfica "era um sonho", prometendo "dar o melhor pela equipa". E a verdade é que dá. Sempre deu. É o que distingue Maxi de "tantos outros". Ele é a personificação da garra, do espírito de sacrifício que o leva a um sprint quando já ninguém espera; é o sempre combativo Super Maxi como carinhosamente é apelidado.

Fora do que o adepto vê em campo é também um líder, e foi com mérito e justiça que se tornou no sub-capitão da equipa.

 

Se nada lhe tínhamos a apontar até este defeso, a verdade é que agora as coisas se alteraram.

Recorde-se que o lateral uruguaio deixou uma porta aberta em relação ao seu futuro, garantindo ainda assim que "não se imagina a jogar por outra equipa". É um factor de peso estar já numa fase final de carreira e por isso é natural que queira escolher a proposta que mais lhe agrade. Compreensível no futebol moderno.

 

Ora, apesar disto, o jogador não é novo nestas andanças. Tem 31 anos, maturo e experiente, e não pode ser boneco de corda de um empresário que já mostrou anteriormente que pouco lhe interessa que saiam as 3 partes beneficiadas.

Embora nos custe, os profissionais são isso mesmo, profissionais. E é por isso que existem os contratos. Que devem ser renovados enquanto é tempo. Assim, se é certo que temos criticas a fazer a uma das partes pela forma como conduziu esta negociação, não é menos certo que há também culpa própria da direção em não resolver este assunto atempadamente.

 

Em caso de se chegar a acordo, interessa principalmente que não se entre em loucuras a níveis salariais, numa época em que já foi referido que será de contenção de despesas - ainda que a qualidade e um jogador importante como este ter, logicamente, o seu preço.

Caso não seja possível, por esta altura já existem alternativas em cima da mesa a serem estudadas, algo que tem de ser concluído com a maior brevidade.

 

Muito foi dito na comunicação social, mas sendo o clube gerido internamente, é natural que ninguém saiba ao certo o que realmente importa: o comportamento do jogador para com Luis Filipe Vieira. Espera-se que este seja mais um dossier fechado, e que se comece a preparar a época que aí vem, da forma mais racional, sólida e com perspectivas de sucesso. Seja com ou sem Maxi Pereira.

 

Vejamos: se ficar, sabe em que clube está e o peso que a massa associativa tem, pelo que terá de aceitar a impaciência do adepto mais critico.

Se sair e permanecer em Portugal, não será por outra coisa que não dinheiro, arrasa a imagem de "jogador à Benfica" que construiu em 8 anos de águia ao peito e passará a ser apenas mais um.

Por fim, se sair para o estrangeiro além de proteger essencialmente os seus interesses, não interfere nos do Benfica, sendo que cada um segue o seu caminho.

Colocados os cenários, os milhões dão jeito. Mas ser recordado por tudo o que fez num clube como o Benfica está ao alcance de muito poucos.

 

E Maxi merecia-o...

1 comentário

Comentar post

Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D

Tags

mais tags

Links

  •